CRÍTICA: E o vento levou, 1939


E o Vento Levou, dirigido por Victor Fleming, George Cukor e Sam Wood em 1939, é um filme americano de drama histórico-romântico, baseado no romance homônimo de Margaret Mitchell, publicado em 1936. O filme conta a história de Scarlett O'Hara, uma jovem sulista que luta para sobreviver e manter a fazenda da família durante a Guerra Civil Americana e a Reconstrução.

Contexto histórico e social

E o Vento Levou foi produzido no contexto da Segunda Guerra Mundial. O filme reflete o clima de incerteza e medo que prevalecia na época, bem como a nostalgia do passado. O filme também pode ser visto como uma crítica à Guerra Civil Americana e ao fim da escravidão.

Gênero e estilo

E o Vento Levou é um filme de drama histórico-romântico. O filme é narrado em primeira pessoa por Scarlett O'Hara, que conta a história de sua vida desde a infância até a idade adulta.

Personagens

Os personagens principais de E o Vento Levou são Scarlett O'Hara (Vivien Leigh), Ashley Wilkes (Leslie Howard), Melanie Hamilton (Olivia de Havilland) e Rhett Butler (Clark Gable). Scarlett é uma jovem mimada e ambiciosa que está disposta a fazer qualquer coisa para conseguir o que quer. Ashley é um homem gentil e idealista que ama Melanie. Melanie é uma mulher doce e bondosa que ama Scarlett como uma irmã. Rhett é um homem rico e misterioso que é apaixonado por Scarlett.

Estrutura e enredo

O filme é dividido em duas partes. A primeira parte se passa no sul dos Estados Unidos antes da Guerra Civil Americana. A segunda parte se passa durante a guerra e a Reconstrução.

Narrador e ponto de vista

O filme é narrado em primeira pessoa por Scarlett O'Hara. O ponto de vista é predominantemente o de Scarlett, o que contribui para criar uma identificação do espectador com a personagem.

Período histórico

E o Vento Levou é um filme importante para a história do cinema americano. O filme foi um sucesso de público e crítica e ganhou 10 Oscars, incluindo o de Melhor Filme. O filme também ajudou a popularizar o cinema épico americano.

Importância e relevância social

E o Vento Levou é um filme clássico que continua a ser relevante até hoje. O filme é um retrato da sociedade sulista antes e depois da Guerra Civil Americana. O filme também é uma história sobre amor, perda e sobrevivência.

Resenha crítica

E o Vento Levou é um filme bem dirigido e bem atuado. Vivien Leigh é brilhante como Scarlett O'Hara. Leslie Howard, Olivia de Havilland e Clark Gable também estão excelentes em seus papéis.

O filme é visualmente impressionante. As cenas da guerra e da Reconstrução são particularmente impressionantes. A trilha sonora do filme também é memorável.

E o Vento Levou é um filme imperdível para qualquer fã de cinema. O filme é uma obra-prima do cinema americano que continua a ser relevante até hoje.

Biografia do diretor

Victor Fleming (1889-1949) foi um diretor de cinema americano considerado um dos mais importantes do cinema clássico. Fleming nasceu em Pasadena, Califórnia. Ele começou sua carreira como assistente de direção e dirigiu seu primeiro filme em 1919.

Fleming dirigiu alguns dos filmes mais populares da história do cinema, incluindo E o Vento Levou (1939), O Mágico de Oz (1939) e Mogambo (1953). Fleming morreu em um acidente de avião em 1949, aos 59 anos de idade. Ele é considerado um dos maiores diretores de cinema de todos os tempos e seu trabalho influenciou gerações de cineastas.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© all rights reserved
made with by templateszoo