[#LeiaNacional] Entrevista com Raquel Machado, autora de ❝Histórias do povo❞

  1. Primeiramente, fale-nos um pouco  sobre você.

Meu nome é Raquel Machado, sou autora gaúcha que ama romances e viajar. Sou formada em Ciência da Computação, mas participo do mundo das artes desde criança, realizando apresentações de teatro e dança. A literatura sempre fez meu coração bater mais forte, escrever para mim é como respirar.


  1. Há quanto tempo você escreve, como começou?

Eu escrevo desde criança, aliás minha brincadeira preferida era “criar histórias”. Ainda tenho a primeira história que escrevi, na época eu tinha 7 anos.

 

  1. Você teria algum segredo de escrita? Algo que faça com que você se sinta inspirada/o antes de iniciar um novo livro?

Minha inspiração para escrita é a vida. Inclusive vários dos meus contos são baseados em situações reais. Acredito que por participar do teatro um bom tempo eu acabei me acostumando a observar mais o mundo ao meu redor e é muito bonito.

 

  1. Quais foram suas principais referências na literatura, arte e/ou cinema?

Sou fã de romances e comédias românticas. Amo os livros da Carina Rissi e da Sophie Kinsella. Porém, autores que considero referência são a Diana Gabaldon e o Stephen King por construir histórias espetaculares com personagens fantásticos.

 

  1. Qual foi seu trabalho mais desafiador até hoje em relação à escrita?

Acredito que quando participei da organização da antologia Mascotes que teve seu lançamento na Bienal do RJ de 2019.

 

  1. Qual a parte mais difícil de se escrever um livro?

Criar personagens cativantes e reviravoltas que façam o leitor ficar grudado em cada página.

 

  1. Qual foi seu primeiro livro, o que pensou ao iniciar sua escrita? o que te incentivou?

Meu primeiro livro lançado se chama Vingança Mortal, é um suspense policial ambientado no RS. Naquela época não era tão fácil publicar, a Amazon estava chegando por aqui, então um dia trocando uma ideia com uma amiga minha ela me disse uma frase que nunca vou esquecer: “Você pode arriscar e publicar deixando essa história para o mundo ou morrer com ela na gaveta”. A resposta vocês á sabem.

 

  1. Tem algum personagem que você tenha criado ao qual foi difícil desapegar?

Todos personagens moram dentro do meu coração, mas ainda não tive o problema de me desapegar de algum deles.

 


  1. Quais são suas principais referências literárias na hora de escrever?

Carina Rissi, Diana Gabaldon, Stephen King, Dan Brow, Sarah J. Maas entre outros.


  1. Você reúne notas, anotações, músicas, filmes e/ou fotografias para se inspirar durante a escrita?

Sim. O processo de pesquisa é uma das partes principais em escrever o livro. Atualmente tenho guardado várias fotos de looks maravilhosos (afinal a personagem adora se vestir bem).

 

  1. O que você faz para driblar a ausência de criatividade que bate e trava alguns momentos da escrita? Existe algo que você faça para impedir ou driblar estes momentos?

Eu geralmente dou um tempo. Paro para assistir um filme que gosto ou ler um livro que tenho vontade.

 

  1. A maioria dos autores possuem contatos e amigos de confiança para mostrar o progresso do seu trabalho durante o percurso da escrita. Você teria um time de “leitores beta”, para analisar seu livro antes de prosseguir com a escrita?

Tentei realizar um grupo de betar uma vez, mas acabei me frustrando pois não consegui finalizar o livro. Atualmente se for fazer isso penso que preciso estar com o livro quase finalizado.

 

  1. Qual a parte mais complicada durante a escrita?

O final para mim sempre é complicado. Fico triste ao me despedir dos meus personagens.

 

  1. Você prefere escrever diversas páginas por dia durante longas jornadas de escrita ou escrever um pouco todos os dias? O que funciona melhor para você?

Tenho me regrado a escrever um pouco por dia. Mas claro, que tenho meus surtos em dias que escrevo muito mais do que tinha previsto.

 

  1. Em relação ao mercado literário atual: o que você acha que deve melhorar?

Acredito que os autores perceberem que somos um time e não adversários. Se cada um apoiasse mais a literatura nacional com certeza todos sairíamos ganhando.

 

  1. A maioria das pessoas não conseguem se manter ativas em vários projetos, como funciona para você, você escreve vários rascunhos de diferentes obras ou se mantém até o final durante o processo de um único livro?

Já tentei focar em diversos projetos, porém como meu tempo é escasso ultimamente tenho focado em um por vez. Assim se tenho mais alguma ideia escrevo o resumo dela e deixo na gaveta, para após terminar o projeto atual, eu trabalhe no próximo.

 

  1. O que motiva você a continuar escrevendo?

Sinceramente é complicado de responder. Com certeza, o feedback dos leitores ajuda muito, pois saber que impactei de uma forma positiva a vida de outra pessoa é algo impagável. Porém, acredito que vai além disso. Eu simplesmente acredito que nunca vou parar de escrever, porque eu preciso, e como o ar que respiro.

 

  1. Que conselho você daria para quem está começando agora?

Ler muito e diversos livros. Ser muito persistente e ter paciência. O trabalho de escritor é igual ao trabalho de formiguinha um dia por vez.

 


  1. Para você, qual o maior desafio para um autor/a no cenário atual? Você tem algum hábito ou rotina de escrita?

Meu maior desafio é formar a rede de leitores e conseguir tempo para escrevrer e investir no marketing.

 

  1. Como você enxerga o cenário literário atual e a recepção dos leitores da atualidade em relação aos novos autores?

Acredito que estamos bem melhores do que alguns anos atrás. As pessoas estão mais receptivas ao ler novos autores e isso é algo incrível.


  1. Se pudesse indicar quatro obras literárias que te inspiraram, quais seriam?

Perdida da Carina Rissi, Outlander da Diana Gabaldon e Os Delírios de Consumo da Becky Bloom da Sophie Kinsella


  1. Que conselho você daria para quem está começando a escrita do primeiro livro?

Pense sobre sua história. Que público você deseja atingir? Qual é o objetivo final? Seus personagens são cativantes?

  1. O que esperar para o ano de 2023 em relação à sua escrita?

Pretendo lançar meu próximo livro esse ano que será um chick lit.

Onde encontrar a autora:

Instagram:@autora.raquel.machado

Nenhum comentário

Postar um comentário

© all rights reserved
made with by templateszoo