[RESENHA #504] Ilíada, de Homero


A Ilíada é um dos poemas épicos mais importantes da literatura mundial. Escrito pelo poeta grego Homero, narra os acontecimentos dos dez anos da Guerra de Troia, que aconteceu há cerca de três mil anos. É uma obra cheia de simbolismo e ensinamentos que ainda são relevantes para o mundo moderno.

O poema começa com o conflito entre o rei grego Agamenon e o herói grego Aquiles. Aquiles está furioso porque Agamenon lhe negou parte do butim de guerra. Esta disputa entre o rei e o herói se torna o ponto de partida para muitos outros eventos, como a morte de Aquiles e a descoberta do destino de Troia.

Muitos dos temas abordados na Ilíada são pertinentes até os dias de hoje. Por exemplo, o conflito entre Agamenon e Aquiles é uma metáfora para as diferenças ideológicas que existem entre os líderes políticos e os seus seguidores. Além disso, o poema dá a entender que o que leva ao sucesso é a cooperação entre as partes, e não a luta entre elas.

Outro tema importante na Ilíada é o do destino. O destino de Aquiles é determinado por seu destino trágico, e o destino de Troia é determinado pelos deuses. Estes mesmos temas são retratados na literatura moderna, e nos fazem pensar sobre como podemos controlar nosso destino.

A Ilíada também nos mostra a importância do equilíbrio. O equilíbrio entre os deuses e a humanidade, o equilíbrio entre os heróis e os vilões, e o equilíbrio entre os humanos e o destino são todos temas explorados no poema. Ainda hoje, estes conceitos são aplicados como lições para a vida.

A obra narra a Guerra de Tróia, liderada pelos gregos, e a história se desenrola ao redor do herói Aquiles e do rei Príamo de Tróia.

Ao longo dos 15 anos de guerra, vemos Aquiles tornar-se um ícone lendário, demonstrando diferentes facetas de sua personalidade. Ele é visto como um guerreiro bravo, mas também como alguém que tem sentimentos, emoções e dúvidas sobre a sua própria existência.

A Ilíada é repleta de personagens interessantes, cada um com suas próprias motivações e personalidades. Deuses, humanos e outras criaturas míticas são retratados de maneira vívida e envolvente. Além disso, a obra também conta com cenários deslumbrantes e ação empolgante.

A Ilíada é um clássico que se mantém relevante até hoje. É uma obra que atrai leitores de todas as idades e que oferece lições preciosas sobre a vida e o mundo em que vivemos. É uma obra que vale a pena ler e reler.

Qual tradução da Ilíada você deve ler? O ator e escritor britânico Stephen Fry recomenda a tradução de Robert Fagles (1969) ou a do poeta e tradutor Stephen Mitchell, publicada em 2011.

A Ilíada é uma obra lírica escrita por Homero no século VIII a.C. e considerada a primeira grande epopeia da literatura ocidental. A obra narra os eventos da Guerra de Troia, contada a partir da disputa entre Aquiles, o principal herói grego, e Agamenon, o comandante das forças gregas.

A obra se divide em 24 cantos e segue a estrutura de um poema épico. O primeiro canto inicia com o furto de Helena, a mulher de Menelau, por Paris, herdeiro do trono de Troia. Isso desencadeia uma série de guerras entre os gregos e os troianos. A Ilíada acompanha Aquiles em sua jornada de vingança por sua amada Briseida, que foi sequestrada por Agamenon. À medida que a guerra avança, Aquiles se torna cada vez mais impetuoso e vingativo.

Ao longo da obra, são retratadas as paixões humanas, como a raiva, o amor, a lealdade e a vingança. Além disso, a Ilíada também destaca a complexidade da guerra, pois todos os personagens possuem motivos para lutar e estão unidos por laços de amizade, família e honra.

A obra é considerada um marco da literatura mundial e já inspirou diversas adaptações, como livros, filmes, peças teatrais e óperas.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© all rights reserved
made with by templateszoo