[RESENHA #527] Flow por grafia, de Taz Mureb

Flow por grafia não tem definição, não tem forma, é um livro livre que não se encaixa em um padrão normativo de publicação, mas se diferencia de tudo e todos em poética e sinestesia. Taz Mureb, trouxe em suas páginas um misto de tudo o que acredita e luta em vida em suas músicas. Artista do rap, a escrita da autora caracteriza-se por ser multifacetada, há aqui, ausência de forma predominante, mas mistura-se entre todas suas escritas um misto de poesias, poemas, cartas, confissões e músicas, tudo poeticamente alinhado à uma diagramação repleta de ilustrações que casam-se em passos lentos ao propósito da narrativa: mostrar quem é Taz Mureb.

Flow por grafia é uma obra que fala por si só, suas páginas, repleta de poesias e poemas de parachoque de caminhão, caminham-se e se somam com uma diagramação que transmite a mensagem de imposição e imponência, há aqui força e bravura. Páginas com destaque em vermelho, poesias e poemas que transitam entre um capítulo e outro e um emaranhado poético construído dentre os inúmeros gêneros que conversam entre si na construção de uma unidade de sentido ampla e única.

Sua obra nos convida a pensar sobre a vida, realizações, sonhos e acaso. A cada página uma nova reflexão, um novo questionamento e uma nova posição. Você estaria pronto para enfrentar de frente as verdades que a vida impõe ou você só caminha e espera que a vida lhe explique?


A vida sabe melhor do que nós mesmos o que é melhor para nós

A questão é: você aceita os caminhos da vida?

ou vive na ilusão de achar que tem

controle e atrapalha todos os planos?

[...])(p.18)


dinheiro move o mundo, mas não se mova só por dinheiro (p.41)


e algumas provocações doem na alma:


Certos tipos de

Felicidade são muitos específicos.

Tem gente que só vai ser feliz

depois que morrer [...](p.53)


e outros nos convidam à entender que somos dotados de limitações:

Sou apenas a metade de um todo

Uma parte de algo em constante evolução

Assim consigo ser algo mutável movimento

Que se transforma por e para você

Sendo a metade consigo ser inteiramente aquilo que quis ou sonho de tudo o que deveria ser

[...](p.107, em apenas metade)


e outras nos fazem refletir sobre nossa condição:


O valor da vida não pode ser

sentido individualmente.

Nós somos apenas peças do jogo

A gente só entende

a parte que participamos.

Não sabemos qual é o fim da partida

O verdadeiro valor da vida

só se entende coletivamente

[...](p.135 em colombina de maio)


Taz consegue transmitir muito mais que apenas uma escrita, ela transmite sentimento e vida em suas letras e palavras. Seu dom transmite reflexão e afrontamento de ideias que nos fazem pensar sobre nossa vida, limitações e sobre nós mesmos e nossa conduta. Uma obra poética repleta de vida.

Um livro que fala por si, indicado para todo bom leitor, filósofo ou para amantes de uma poesia pungente e reflexiva.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© all rights reserved
made with by templateszoo