[RESENHA #622] Como fazer amigos e influenciar pessoas, de Dale Carnegie

Arte gráfica / post literal / todos os direitos reservados

APRESENTAÇÃO

DALE CARNEGIE (1888-1955) foi um escritor e palestrante americano. Nascido numa família pobre no Missouri, escreveu livros que marcaram época e que venderam mais de 50 milhões de exemplares em dezenas de idiomas ao redor do mundo.O legado de Carnegie, no entanto, vai além de seus livros: anos antes de publicar Como fazer amigos e influenciar pessoas, ele fundou a Dale Carnegie Training, que ministra cursos de desenvolvimento pessoal, vendas, treinamento corporativo, oratória e habilidades interpessoais. Criada em 1912, hoje é uma organização internacional presente em mais de 90 países.

RESENHA

Arte gráfica / post literal / todos os direitos reservados

Como fazer amigos e influenciar pessoas é um livro de autoajuda escrito pelo autor americano Dale Carnegie no ano de 1936, sendo considerado um dos precursores das relações sociais. O livro estabelece parâmetros que fomentam e estreitam laços na comunicação, sendo considerado uma das obras mais famosas e lidas ao redor do mundo, com incríveis 30 milhões de cópias vendidas. A obra foi publicada no Brasil pela editora sextante.

Dale Carnegie descreve 30 princípios para se tornar uma pessoa mais amigável e influente. Esses princípios incluem:

1. Evite criticar, condenar ou reclamar. Em vez disso, adote uma postura positiva e focada em soluções.

E não adianta criticar, porque isso coloca a pessoa na defensiva e, em geral, faz com que ela tente se justificar. A crítica é perigosa porque fere o precioso orgulho do indivíduo, atinge seu senso de importância e desperta ressentimento.

2. Dê apreciação honesta e sincera. Seja autêntico em suas palavras de reconhecimento, evitando elogios falsos.

3. Desperte um desejo ansioso nas pessoas. Motive e inspire os outros a agirem de acordo com seus objetivos.

4. Seja genuinamente interessado nas outras pessoas. Pratique a escuta ativa e esteja presente durante as conversas.

Precisamos entender que as críticas são como um pombo-correio: sempre voltam para casa.

5. Sorria. Um sorriso é contagiante e cria uma atmosfera positiva.

6. Lembre-se do nome das pessoas. O nome é importante e demonstra atenção e respeito.

7. Seja um bom ouvinte. Incentive os outros a falarem sobre si e pratique a escuta ativa.

8. Fale sobre os interesses da outra pessoa. Encontre pontos em comum para tornar a conversa mais interessante e envolvente.

9. Faça a outra pessoa se sentir importante. Reconheça o valor que ela traz e faça-a sentir-se apreciada.

Mas o livro também aborda outros tópicos divididos em quatro sessões, sendo:

Parte Um: Técnicas Fundamentais para Lidar com Pessoas (3 princípios):

1. Não critique, condene ou reclame.

2. Dê apreciação honesta e sincera.

3. Desperte um desejo ansioso nas outras pessoas.


Parte Dois: Seis Maneiras de Fazer as Pessoas Gostarem de Você (6 princípios):

1. Torne-se genuinamente interessado nas outras pessoas.

2. Sorria.

3. Lembre-se do nome das pessoas.

4. Seja um bom ouvinte.

5. Fale em termos dos interesses da outra pessoa.

6. Faça a outra pessoa se sentir importante.


Parte Três: Como Conquistar as Pessoas para a Sua Maneira de Pensar (12 princípios):

1. Evite discussões.

2. Mostre respeito pelas opiniões dos outros.

3. Seja diplomático ao expressar suas ideias.

4. Comece de maneira amigável.

5. Consiga que a outra pessoa diga "sim" imediatamente.

6. Deixe a outra pessoa falar mais sobre si mesma.

7. Deixe a outra pessoa sentir que a ideia é dela.

8. Tente sinceramente ver as coisas do ponto de vista da outra pessoa.

9. Seja receptivo a mudanças e adaptações.

10. Elogie o progresso e o esforço da outra pessoa.

11. Proporcione à outra pessoa uma reputação positiva para zelar.

12. Estimule os outros a terem uma atitude positiva.


Parte Quatro: Seja um Líder: Como Mudar as Pessoas Sem Ofender ou Despertar Ressentimentos (9 princípios):

1. Comece com elogios e apreciação sincera.

2. Chame a atenção para os erros de maneira indireta.

3. Fale sobre seus próprios erros antes de criticar os outros.

4. Faça perguntas em vez de dar ordens diretas.

5. Deixe a outra pessoa salvar o rosto.

6. Elogie cada melhoria, por menor que seja.

7. Dê à outra pessoa uma reputação nobre a ser alcançada.

8. Incentive a cooperação em vez da competição.

9. Torne a outra pessoa feliz por fazer o que você sugere.

Em síntese, podemos dizer que nenhuma pessoa é mais agradável do que aquela que visa conhecer o outro. Procure falar sobre a outra pessoa, demonstrar interesse no que ela diz, sorria, preste atenção de forma clara e interrupta, realize perguntas e comente casos específicos ou semelhantes aos narrados por ela. Esteja pronto para apreciar, ouvir e questionar as respostas obtidas. Caso seu interesse seja algo além da amizade, como um interesse de negócio, analise o ambiente e o momento ideal para introduzir seus tópicos de forma agradável, seguindo o ritmo da conversa estabelecida, sendo sempre cordial e apto a ouvir, analisar e momento ideal para introduzir um novo tópico, aproveitando assim, o gancho cativado: a atenção. 

Portanto, a única forma de influenciar as pessoas é falar sobre o que elas querem e mostrar como alcançar o que desejam

Porém, é importante estabelecer que, as pessoas que procuram métodos de se comunicar melhor com pessoas via dicas e receitas mágicas, podem incorrer no pecado da mentira. É extremamente chato, para muitos, inclusive, mostrar-se interessado em alguém apenas pelo fato de possuir um interesse por trás da comunicação, o que pode causar a impressão de falsidade ou interesse disfarçado de simpatia. Estabeleça conexões com pessoas que buscam ou possuem o mesmo interesse que os seus, e/ou vise estabelecer uma conversa até chegar em um denominador comum. Ser educado e gentil é o gancho principal de toda boa amizade e comunicação, mas forçar uma conversa para parecer mais legal ou semelhante, é apenas uma tática de se mostrar forçado perante os outros. Não, não estou dizendo que o livro não funciona, ele funciona completamente, pois além de ensinar como se relacionar bem, a obra do autor também fomenta debates interessantes acerca dos vínculos estabelecidos entre as pessoas e seus reais interesses preexistentes ou que poderão surgir naquela ocasião através da divergência de ideias entre dois denominadores negativos.

O AUTOR

DALE CARNEGIE (1888-1955) foi um escritor e palestrante americano. Nascido numa família pobre no Missouri, escreveu livros que marcaram época e que venderam mais de 50 milhões de exemplares em dezenas de idiomas ao redor do mundo.O legado de Carnegie, no entanto, vai além de seus livros: anos antes de publicar Como fazer amigos e influenciar pessoas, ele fundou a Dale Carnegie Training, que ministra cursos de desenvolvimento pessoal, vendas, treinamento corporativo, oratória e habilidades interpessoais. Criada em 1912, hoje é uma organização internacional presente em mais de 90 países.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© all rights reserved
made with by templateszoo