Por que Hitler odiava os judeus?

Foto: Brasil Paralelo

Hitler nasceu na Áustria em 1889. Desenvolveu as suas ideias políticas em Viena, uma cidade com uma grande comunidade judaica, onde viveu de 1907 a 1913. Naquela época, Viena tinha um prefeito que era muito antijudaico e odiava os judeus. Os judeus eram muito comuns na cidade. Durante a Primeira Guerra Mundial (1914-1918), Hitler foi soldado do exército alemão. No final da guerra, ele e muitos outros soldados alemães como ele não conseguiram superar a derrota do Império Alemão. O comando do exército alemão espalhou o mito de que o exército não perdeu a guerra no campo de batalha, mas porque foi traído. Por uma ‘facada nas costas’, como se chamava na época. Hitler acreditou no mito: judeus e comunistas traíram o país e levaram ao poder um governo de esquerda que queria jogar a toalha.

Ao culpar os judeus pela derrota, Hitler criou um inimigo estereotipado. Na década de 1920 e no início da década de 1930, o país derrotado ainda estava numa grande crise económica. Segundo os nazistas, expulsar os judeus era a solução para os problemas da Alemanha. Esta mensagem política e a promessa de tornar a Alemanha economicamente forte novamente valeram a Hitler as eleições em 1932. Depois que ele chegou ao poder, as leis e medidas contra os judeus aumentava o tempo todo. Terminou na Shoah, no Holocausto, no assassinato de seis milhões de judeus europeus.

O ódio de Hitler aos judeus era baseado em uma combinação de fatores, incluindo:

Antissemitismo histórico: O antissemitismo é uma forma de preconceito contra os judeus que tem suas raízes na Europa medieval. Hitler foi influenciado por esse antissemitismo histórico, que era baseado na crença de que os judeus eram uma raça inferior e que eram responsáveis pelos problemas da Alemanha.

Suas próprias experiências pessoais: Hitler afirmou que foi discriminado por judeus em Viena, onde ele viveu por um tempo como jovem homem. Essas experiências pessoais provavelmente contribuíram para seu ódio aos judeus.

A ideologia nazista: A ideologia nazista era baseada na crença de que a Alemanha era uma nação superior que deveria ser governada por uma raça pura de arianos. Os judeus eram considerados uma raça inferior que ameaçava a pureza da raça ariana.

O ódio de Hitler aos judeus foi expresso em seu livro "Minha Luta", publicado em 1925. Nesse livro, Hitler afirmava que os judeus eram responsáveis pela derrota da Alemanha na Primeira Guerra Mundial, pela bolchevização da Rússia e pela crise econômica alemã. Ele também afirmava que os judeus eram uma raça parasitária que estava se apoderando da Alemanha.

Após a ascensão de Hitler ao poder na Alemanha em 1933, o ódio aos judeus se tornou uma política oficial do governo nazista. Os judeus foram submetidos a uma série de leis discriminatórias, que os proibiam de trabalhar em certos empregos, frequentar escolas públicas e possuir propriedades. Em 1941, o governo nazista iniciou o Holocausto, um programa sistemático de assassinato em massa de judeus.

O Holocausto foi um evento horrível e trágico na história da humanidade. Ele é um lembrete de que o ódio e a discriminação podem levar a atos de violência e destruição.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© all rights reserved
made with by templateszoo