5 livros para você conhecer a Códice Editorial


A Códice Editorial é uma editora nova no mercado que tem se consolidado e ganhado espaço nas redes com a apresentação de seu catálogo, que tem se mostrado promissor e rico em diversidade. Pautada não somente na publicação de livros, mas também na prestação de serviços editoriais, como leitura crítica, publicação, impressão sob demanda, entre outros, a Códice Editorial tem se mostrado cada vez mais abrangente na diversificação do catálogo e dos gêneros publicados. Isso revela que seu catálogo será vasto e extremamente competitivo. Uma editora para acompanhar de perto.

Alguns dos livros publicados pela Códice  Editorial podem vistos abaixo:


Bia quer ser fada


Autor: Josy Souza
Sinopse: “O que você quer ser quando crescer?” Bia tinha a resposta na ponta da língua quando a professora fez a pergunta para toda sala de aula. Era claro para ela: queria ser fada. No entanto, como fazer isso quando todos os colegas riem e insistem que esses seres cheios de encanto não existem? Após ganhar um presente especial, Bia vai descobrir que as fadas têm uma missão muito importante e que a magia pode estar escondida por trás de uma simples atitude. Basta procurar

É que essa pequenez do (nosso) universo sempre me assustou um pouco

Autor: Rafaella Pastore Miotto

Sinopse: "É Que Essa Pequenez do (Nosso) Universo Sempre Me Assustou Um Pouco" é uma jornada poética e introspectiva que mergulha nos mais profundos sentimentos e reflexões sobre o universo, o lugar que ocupamos nele e a sua imensidão (ou a falta dela). Desde o primeiro texto, somos apresentados a uma escritora que se vê refletida nas palavras que ela própria compõe. Ao abordar a solidão e a dor que carrega consigo, a autora revela a sua própria luta interna, compartilhando as dificuldades enfrentadas para superar as mágoas e tristezas. Ela explora a ideia de que cada pessoa é responsável por salvar-se, por encontrar sua própria luz em meio à escuridão, assim como também oferecer uma mão amiga a si mesma. Ao longo do livro, a prosa poética continua a explorar essas questões existenciais, levando os leitores a uma jornada tocante e profunda. Com uma linguagem poética rica em emoções e simbolismos, o livro convida o leitor a refletir sobre a vastidão do universo e nossa conexão com ele, destacando como nossa pequenez nesse cosmos pode ser assustadora, mas ao mesmo tempo, uma fonte inesgotável de maravilhas e descobertas interiores. "É Que Essa Pequenez do (Nosso) Universo Sempre Me Assustou Um Pouco" é uma obra que ressoa com aqueles que buscam uma conexão mais profunda consigo mesmos e com o universo, desvendando as complexidades da alma humana e as reflexões sobre nossa existência no vasto e misterioso cosmos.


Cartilha Ecumênica - Ritual das Exéquias

Autor: Cláudio Jr.
Sinopse: Iniciada em 2019, esta obra inédita carrega orientações para leigos, religiosos e todas as pessoas com interesse ao movimento celebrativo no prisma ecumênico e inter religioso. Esta obra vem para auxiliar nas mais distintas modalidades de ritos em celebrações e bençãos das exéquias em funerais humanos e pets (cremação e sepultamento). Distinta dos demais rituais, esta contempla diversas expressões religiosas, filosofias de vida ou modos de fé, são elas: Cristianismo; Judaísmo; Espiritismo, Matriz africana; maçonaria; agnosticismo; ateísmo; protestantismo; entre outras. A leitura proporcionará uma profunda reflexão, viandantes para as principais esferas religiosas, o leitor é convidado para ler com os olhos do coração o ritual das exéquias, com a certeza de que o Espirito do Senhor é o grande condutor. Assim como vários líderes religiosos, elucidando Jesus como modelo, que mesmo sendo leigo na sua época, revolucionou seu tempo e é a inspiração e farol para o grande desafio da contemporaneidade. Que possamos encontrar em nossos corações, o ardor ecumênico do qual o mundo está tão sedento, irmanados ao amor que nos impulsiona!


O patrulheiro literário

Autor: Vinícius Lima Costa

Sinopse: Todos os escritores permanecem vivos em suas obras para além de sua existência, mas será que eles vão para algum lugar após deixarem o nosso mundo? A cada quatro meses, um navio atraca no porto de Bela Leitura e dele desembarcam as mentes criativas por trás das histórias que permeiam nosso imaginário desde o início dos tempos. Com exceção de uma rusga entre vizinhos, afinal Sir Arthur Conan Doyle e Maurice Leblanc talvez nunca cheguem a uma trégua, e algumas festas que saem do controle no bairro do Terror, a paz aparentemente impera nesse universo fantástico, até que uma ameaça surge disposta a destruir o lugar e toda a preciosa literatura produzida por seus habitantes. Quando várias tentativas de combater o mal que se aproxima se mostram infrutíferas, caberá a Arquimedes, um bibliotecário um pouco nerd, muito fã dos Beatles e dono de uma mente singular, salvar a todos nessa aventura com pitadas de mistério e ficção cientifica.


Rompendo Fronteiras

Autor: Beto Buckmann
Sinopse
ANDRÉ COMTE-SPONVILLE ESCREVEU:..."muitos são filósofos sem serem profissionais da filosofia, e é melhor assim; e alguns são profissionais ou professores de filosofia, sem que por isso sejam filósofos, e azar deles." Nos primeiros citados por Sponville, se enquadra Beto Buckmann, que nesse livro aborda o tema da fronteiras, tanto físicas como intelectuais e filosóficas, que impactam a evolução e desenvolvimento da humanidade, destacando a importância de seguir o intelecto para chegar a conclusões significativas. O ensaio menciona como as fronteiras evoluíram ao longo do tempo, passando das barreiras físicas até a criação de fronteiras mais complexas e abstratas, como a propriedade privada e as divisões sociais. Destacando a importância da educação como uma das principais fronteiras a serem derrubadas para alcançar um mundo melhor, traz um histórico sobre o nascimento e os rumos da educação no mundo e em particular, como ocorreu e ocorre no Brasil, desde a colonização até aos dias atuais. A religião também é mencionada como uma grande fronteira, com suas próprias sub-fronteiras e barreiras. Abordando as várias religiões e suas influências históricas, traz registros históricos sem oferecer soluções, mas incentivando aos leitores a tirarem suas próprias conclusões. A perspectiva cósmica é introduzida como uma maneira de ressaltar a insignificância dass fronteiras terrestres diante da vastidão de cosmos. Numa escrita direta e clara, com uma abordagem filosófica para analisar o conceito de fronteiras em várias dimensões, reconhece o papel das pesquisas e das leituras para embasar o conteúdo do livro.

Nenhum comentário

Postar um comentário

© all rights reserved
made with by templateszoo